Licenciamento do Windows Server 2016, o que mudou?

l1

Licenciamento é um tema que gera muitas dores para o Profissional TI,
me pergunte como eu sei?

No lançamento do Windows Server 2016 houve algumas mudanças que
irei abordar da melhor maneira possível neste artigo, OK?

Nas versões anteriores (Windows Server 2012/R2) existem cinco versões:

  • Datacenter: licenciado por processador + cal = direito VMs ilimitadas.
  • Standard: licenciado por processador + cal = direito 2 VMs.
  • Hyper-V Server: não requer ser licenciado o servidor (features de virtualização =
    requer licenciar as VMs, caso seja executado Sistema operacional Windows.
  • Essentials: licenciado por servidor (features limitadas) = direito uma VM .
  • Foundation: licenciado por servidor (features limitadas) = sem virtualização.

Para as edições Datacenter e Standard, não existem diferenças de features.

E com o lançamento do Windows Server 2016, temos 6 versões:

  • Datacenter: licenciado por core + cal = direito VMs ilimitadas.
  • Standard: licenciado por core + cal = direito 2 VMs.
  • Hyper-V Server: não requer ser licenciado o servidor (features de virtualização =
    requer licenciar as VMs, caso seja executado Sistema operacional Windows.
  • Essentials: licenciado por servidor (features limitadas) = direito uma VM .
  • Multipoint Premium Server: licenciado por servidor (features de Remote Desktop).
  • Storage Server: licenciado por servidor (features de Storage).

Para as edições Datacenter e Standard, agora existe diferenças de novas features,
disponível somente na versão Datacenter as funções:

  • Storage features (Storage Spaces Direct e Storege Replica)
  • Shield Virtual Machines
  • Network Stack

Se preferir, gravei um vídeo que explico às novas mudanças, basta assistir abaixo.

A principal grande mudança é a transição de licenciamento por processador para core, caso
tenha contrato SA (Software Assurance) vale consultar seu fornecedor de licenciamento para
saber seus benefícios e o direto do Azure Hybrid Use Benefit em utilizar licenças no Azure.

Maiores informações se encontram no link.

Este artigo explica de maneira simples, o que você Profissional de TI precisar saber, lembrando
que não sou nenhum especialista em licenciamento, dúvidas consultar seu fornecedor de
licenciamento e/ou Microsoft.

No próximo artigo, irei abordar os tipos de instalações do Windows Server 2016.

Se você gostou deste artigo, não esqueça de cadastrar seu email para sempre ser avisado(a)
sobre os novos conteúdos. Eu não quero perder!